Notícias de Última Hora :

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

sábado, 19 de junho de 2021

Cuiabá já vacinou mais de 22,6 mil pessoas com comorbidades

Desde o dia 7 de maio até a manhã desta quarta-feira (26), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), através da campanha “Vacina Cuiabá – sua vida em primeiro lugar”, já vacinou 23.205 pessoas com comorbidades ou deficiência permanente grave, contempladas entre os grupos prioritários da vacinação.

Até o fechamento desta matéria, conforme a plataforma Localiza SUS, do Ministério da Saúde, 22.617 doses foram aplicadas no grupo de pessoas com comorbidade, sendo 22.571 primeira dose e 46 segunda dose. A maioria desse público (56%) é composto por mulheres.

Em relação à faixa etária, a que mais se vacinou foi a de pessoas entre 55 e 59 anos (6.989), seguido por pessoas de 50 a 54 anos (5.789) e de 45 a 49 anos (4.119). Até o momento, neste primeiro dia de vacinação de pessoas entre 18 a 29 anos, 141 doses já foram registradas no Localiza SUS.

As principais comorbidades registradas são hipertensão (10.154 pessoas vacinadas), diabetes mellitus (7.185 pessoas vacinadas) e doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, com 2.355 pessoas vacinadas, até o momento.

Em relação ao tipo de vacina utilizada nas pessoas com comorbidades, 77,9% foi contemplada com a vacina da Pfizer, 21,4% com a Astrazeneca e 0,7% com a Coronavac.

Pessoas com deficiência

Conforme o Localiza SUS, até a manhã desta quarta-feira (26), 636 doses já foram aplicadas em pessoas com deficiência permanente grave, em Cuiabá, sendo 634 primeira dose e 2 segunda dose. A maioria dos vacinados são homens (52,5%).

Em relação à faixa etária, as que mais se vacinaram foram as pessoas entre 40 a 44 anos (117), de 55 a 59 anos (116) e de 45 a 49 anos (113). Neste primeiro dia de vacinação das pessoas entre 18 a 29 anos, apenas duas pessoas foram vacinadas na faixa de 25 a 29 anos, conforme o Localiza SUS.

Em relação ao tipo de vacina utilizada para este público, 79% recebeu a vacina da Pfizer, 20,6% a Astrazeneca e 0,3% a Coronavac.

Em relação às pessoas com deficiência permanente grave, Cuiabá iniciou a vacinação daqueles que são cadastrados no Benefício de Prestação Continuada (BPC), conforme prevê o Plano Nacional de Imunização (PNI). Alguns dias depois, diante da baixa adesão ao cadastramento no site vacina.cuiaba.mt.gov.br, a Secretaria Municipal de Saúde liberou o cadastro para os deficientes permanentes que não recebem o BPC. Dessa forma, a comprovação de que faz parte deste grupo pode ser feita tanto com o cartão do BPC (no caso de quem o recebe) quanto com qualquer outro documento comprobatório da deficiência, mesmo que visível, devido à fiscalização posterior pelos órgãos de controle

Ler Anterior

ALMT derruba veto do governo que proibia o mamóvel

Leia em seguida

Sabrina Sato posa de lingerie na cama e faz temperatura pegar fogo: “Que Mulherão!”