Notícias de Última Hora :

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Xo Dito de Cuiabá para o Brasil fazendo sucesso por onde passa

Antenado, criativo e talentoso nas artes, o ator e cineasta Thyago Mourão lançou no dia 21 de maio a websérie “Xô Dito e Wylon”, onde ele representa seus dois personagens que vem fazendo sucesso durante a pandemia, na rede do Instagram. Neste domingo (13.06), Mourão traz o terceiro episódio, intitulado “Rio de Janeiro” com o roteiro traçado com a participação do público que o segue no perfil @thyagomourao.

Com grande repercussão durante a pandemia, o trabalho de Thyago Mourão ganhou espaço quando ele criou o personagem Wylon, sobrinho de Xô Dito, em que uma vez ou outra produzia cena de diálogos entre os dois, com truques de câmera para simular que eram pessoas diferentes, trazendo um conteúdo contagiante e cheio de humor.

“Muita gente acha que são duas pessoas diferentes fazendo os personagens e quando elas descobrem que sou eu, as reações são as mais hilárias. Acho legal essa confusão toda, porque de certa forma reflete um trabalho dedicado de interpretação, de construção de persona, personalidade, de caracterização”, aponta o artista.

Xô Dito é um pantaneiro, ribeirinho que tem defendido a natureza e a cultura pantaneira por onde passa. Ele, que conhece de perto a realidade do povo, traz um pouco das suas vivências e
histórias de forma bem humorada. Já o personagem Wylon, sobrinho do Xô Dito, é um garoto de alto-estima elevada, que vive devendo os outros e sempre dá um jeito de se sair bem das situações. Canta pagode, seu gênero musical preferido, e distribui cantadas nas redes sociais. Famosas como Rafa Kalliman e Cléo Pires já foram suas “vítimas”.

Foi a partir daí que nasceu, recentemente, o projeto de web série com esses dois personagens cômicos, que está fazendo muito sucesso, com direito a gravação em outros Estados do Brasil, como, por exemplo, o Rio de Janeiro.

“Fazia um tempo que eu já planejava alçar voos maiores, dentro do universo desses dois personagens. Então decidi lançar essa web série, mas que fugisse um pouco do formato tradicional de produção. Por dois motivos: um é pela falta de grana mesmo e o outro é porque eu acredito que esse formato de estética mais simples aproxima mais as pessoas. Então, acabo fazendo essa parte técnica de filmagem, produção e edição sozinho. Mas o público participa comigo da melhor parte, que é o roteiro da história“, destaca Thyago.

O trabalho traz uma proposta “transmidiática”, onde a mistura da ficção com a realidade une as diferentes linguagens da comunicação e da performance teatral, em que a história interfere na vida do ator Thyago Mourão, trazendo muita aventura e criatividade, e de outras pessoas, pois no caminho encontra “personagens reais” que começam a fazer parte do enredo de maneira espontânea. Além do público que acompanha ter a possibilidade de escolher o caminho que o episódio vai tomar, numa espécie de gamificação: se o Xô Dito vende ou não o porco, se o Wylon foge com o porco ou deixa ele em casa, por exemplo.

E tudo isso vira uma espécie de black mirror. Ou seja, com histórias interessantes, que conseguem incomodar, fazer refletir, ou despertar sentimentos, como espectadores, desde boas risadas a pensamento crítico sobre as cenas, que são feitas todas pelo celular.

“A dinâmica funciona da seguinte maneira: Eu vou gravando stories durante as semanas, com cenas do enredo. Isso representa metade do episódio. Nesse período as pessoas vão tomando algumas decisões através de enquetes. Quando chega em um ponto de virada importante, eu paro de fazer os stories e gravo o restante do episódio, com o desfecho e o próximo desdobramento”, explica.

Os Episódios (Alerta Spoiler)

No primeiro episódio, “Capinagem”, Wylon, depois de voltar de uma prisão em um cativeiro sexual, é colocado para trabalhar e capinar o lote da casa do tio, o Xô Dito. Mas Wylon enrola, não capina, e dá um jeito de chamar uma empresa para fazer o serviço e dizer que virou empreendedor e faz Xô Dito pagar. O tio, aborrecido, dá um porco para o sobrinho cuidar, ficando na responsabilidade para que o animal seja abatido depois de um tempo.

No segundo episódio, em “A Fuga do Pimpolho”, Wylon está muito apegado ao porco e Xô Dito fica irritado com a situação, porque o porco é para abater ou vender. Então Xô Dito encontra um comprador para o porco e o Wylon trama uma fuga para o bicho de estimação.

Nisso o Wylon pega o dente de ouro de Xô Dito, penhora com um agiota, e pega o dinheiro para comprar uma geladeira nova para a casa, porque a antiga tinha queimado, e depois solta o porco no mato e foge para o Rio de Janeiro.

Foi preciso se reinventar

No início de 2020, o ator mato-grossense Thyago Mourão estava com tudo pronto para alçar novos voos em sua carreira. Com espetáculo teatral “Loucos de Amor” marcado para estrear em São Paulo, o artista teve seu plano interrompido pela pandemia da Covid-19 e entrou para o time daqueles que precisaram se reinventar para sobreviver no mercado.

Quando as lives começaram a surgir nas redes sociais, Thyago Mourão, que já era famoso pelas peças de humor em Mato Grosso, viu na internet um meio de manter o seu plano de ser reconhecido nacionalmente. Ele conta que, no início da pandemia, se programou para continuar produzindo conteúdo cultural, sempre de olho na audiência.

Para o ator, o sucesso das lives é atribuído à identificação do público com os momentos cotidianos retratados. “Estou ali para divertir o público, cantar, contar histórias, até compor aleatoriamente. Converso com o público, recebo pessoas nas chamadas, passamos trote. Quando percebi, artistas nacionalmente conhecidos passaram a aceitar os meus convites. Isso tem me motivado muito a seguir no caminho da arte, planejar novos espetáculos, e não abandonar meus sonhos”, comenta, empolgado.

Com a estratégia, ele vem aumentando expressivamente o número de seguidores nas redes sociais. A repercussão tem sido tamanha que artistas como Inês Brasil, Rita Cadilac e Andreson, vocalista do Grupo Molejo, já participaram das descontraídas conversas ao vivo do personagem Wylon.

Formado em Comunicação, com trabalhos reconhecidos como roteirista, produtor artístico-cultural e compositor, ele intensificou sua presença nas redes sociais e vem conquistando muitos de fãs.

“Eu tenho muito orgulho de ser reconhecido pelo meu trabalho em Mato Grosso. Desenvolvo personagens com apelo regional, que retratam a nossa cultura, mas tento levar eles para um contexto universal, para que outras pessoas de lugares distantes possam se conectar com a nossa cultura“, finaliza o artista.

Ler Anterior

MDB de Cuiabá cita obras e defende candidatura de Emanuel ao Governo de MT

Leia em seguida

Lei de Janaina que institui Política Estadual de Desenvolvimento da Gastronomia é sancionada