Notícias de Última Hora :

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

quarta-feira, 28 de julho de 2021

Ex-secretário diz que passa por “necessidades” e pede desbloqueio de R$ 735 mil

A defesa do ex-secretário de Estado de Fazenda (Sefaz-MT), Marcel de Cursi, entrou com um recurso junto ao Tribunal de Justiça, onde pede o desbloqueio de R$ 735,6 mil, sob a alegação de “estado de necessidade”.

O pedido foi analisado pela Primeira Câmara de Direito Público e Coletivo do TJ no último dia 07, onde por unanimidade, os magistrados negaram o desbloqueio.

De acordo com o relator do processo, o desembargador Márcio Vidal, as alegações não justificam a revogação da decisão.

Além de estarem desprovidas de provas, não justificam a revogação da decisão de indisponibilidade de bens, especialmente, por ser de conhecimento de todos que, nas delações premiadas, formalizadas pelos envolvidos no esquema de corrupção do governo Silval Barbosa, o Recorrente é apontado como responsável por uma série de atos ilegais”, diz trecho do voto do desembargador.

A sua situação financeira é consequência das inúmeras condutas ilegais a ele atribuídas que provocaram a propositura de várias Ações Civis Públicas em trâmite no Judiciário mato-grossense”, completou relator.

O montante bloqueado é referente a uma ação que apura a concessão de incentivos fiscais à JBS durante os anos de 2008 e 2012 pelo Governo de Mato Grosso, em troca do pagamento de propina ao ex-governador Silval Barbosa.

Informações: MidiaNews

Ler Anterior

Homem foi morto porque o Comando Vermelho descobriu que ele era do PCC

Leia em seguida

Geisy Arruda posa com bolo de aniversário em local inusitado e dá o que falar