Notícias de Última Hora :

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Magistrados ‘reclamam’ de inflação dos alimentos e querem auxílio de até R$ 1,7 mil

A Associação Mato-grossense dos dos Magistrados (Amam) pediu ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) a alteração no cálculo de auxílio-alimentação pago aos membros do Judiciário, promovendo um reajuste no valor. Se for aprovada, a alteração causa impacto de R$ 1,5 milhão ao ano.

Segundo o pedido, assinado pelo juiz Tiago Souza Nogueira de Abreu, presidente da Amam, a atualização é necessária para repor o déficit inflacionário, considerando que o último reajuste foi concedido em 2018. A intenção é que, agora, o benefício passe a corresponder a 5% do salário dos magistrados.

A Amam argumenta que o auxílio do TJMT está em “descompasso” com os demais tribunais brasileiros e cita valores de outros nove estados. Atualmente, o auxílio pago em Mato Grosso é de R$ 1.150,00 aprovado por meio de um projeto de lei em 2018. Da relação apontada pelo juiz, o estado do Piauí é o que tem maior benefício, na ordem de R$ 1.797,68.

Com a proposta da Amam, o subsídio de desembargadores passa a ser de R$ 1.773,11, enquanto juízes podem receber entre R$ 1.444,21 e R$ 1.684,46, dependendo do salário. Ao todo, a previsão é de impacto de R$ 1.580.217,84 na folha anual.

“É sabido que houveram sensíveis alterações no custo de vida do brasileiro, mormente em virtude da inflação e das sucessivas altas dos alimentos básicos, gás de cozinha e energia elétrica, etc, portanto, evidente que o auxílio alimentação está defasado. Nesse norte, solicitamos a majoração do valor do auxílio para o valor equivalente a 5% do subsídio, conforme hoje é pago o auxílio saúde, visto que se não repõe todas as perdas inflacionárias, certamente ameniza o orçamento doméstico dos magistrados mato-grossenses”, alegou a Amam.

O pedido ainda é analisado pela presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Maria Helena Póvoas.

Imagem: Reprodução

Ler Anterior

Emanuel diz que Cuiabá terá aulas presenciais só em outubro

Leia em seguida

Cachorro toca campainha após ficar trancado fora de casa em MT