Notícias de Última Hora :

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Secretário é exonerado após acusação de assédio a servidoras da Câmara de Cuiabá

O secretário de Gestão Administrativa da Câmara Municipal de Cuiabá, Bolanger José de Almeida, de 71 anos, foi exonerado do cargo na última sexta-feira (30), após ser alvo de denúncias de assédio a duas servidoras concursadas.

Contador, auditor e consultor de diversas empresas de grande porte, Bolanger foi nomeado em janeiro deste ano para compor a administração do biênio (2021/2022). No entanto, acabou exonerado oito meses depois por conta das denúncias.

Em boletim de ocorrência registrado dia 26 de julho, uma das vítimas conta que trabalha na Casa de Leis desde 2015. Servidora concursada, ela conta que desde que Bolanger assumiu o cargo, teria comportamentos inadequados com algumas funcionárias do setor.

O contador faria comentários desagradáveis sobre o corpo da vítima, a chamava de ‘meu amor’ e tocava na mulher enquanto conversava. Incomodada, ela resolveu levar o caso à Polícia Civil.

Já a outra servidora, que trabalha na Câmara Municipal há seis anos, contou que o ex-secretário iria até a mesa dela falando que esteve em “locais finos” no fim de semana e que teria conseguido ejacular duas vezes mesmo sendo idoso.

Em outra ocasião, Bolanger teria entrado no banheiro feminino para tratar de assuntos de trabalho, mas teria sido advertido pela vítima, que pediu para conversarem na sala. O então secretário teria dito não perceber que estaria no banheiro.

Outro dia, o homem teria pedido ajuda para enviar um arquivo. A servidora pediu para sentar na frente do computador, pois saberia que a intenção de Bolanger seria encostar nela.

Quando foram trocar de lugar, Bolanger teria alisado as costas da mulher, pegado no cabelo dela e dito: “Cabelo comprido é bom para isso”, descreve a ocorrência.

A vítima teria repreendido Bolanger de forma enérgica e dito: “Não toque nos meus cabelos e nem em mim. Não fale comigo de forma não verbal”.

Bolanger foi secretário da Prefeitura de Cuiabá por duas vezes, ocupou cargo de presidente do CuiabáPrev, foi secretário Municipal de Rosário Oeste, de Fazenda, Planejamento e Controlador interno Várzea Grande e subsecretário de Fazenda do Estado de Mato Grosso.

A assessoria de comunicação da Câmara Municipal informou que o servidor Bolanger entregou na última semana o pedido de exoneração do cargo.  Acrescentou que quanto a qualquer denúncia apresentada, a Mesa Diretora não se furtará em tomar as medidas cabíveis.

Ler Anterior

Mutirão é prorrogado até 30 de setembro; contribuintes podem parcelar os débitos em até 48 vezes

Leia em seguida

Fiscais da Ordem Pública doam mais de três toneladas de alimentos à força-tarefa