Notícias de Última Hora :

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Pedro Barros leva a prata no skate park

O skate brasileiro voltou a ver um representante do país no pódio das Olimpíadas de Tóquio. Nesta quinta-feira, sob um sol de 34ºC no Centro de Esportes Urbanos de Ariake, Pedro Barros levou a medalha de prata na decisão da modalidade park. O ouro ficou com o australiano Keegan Palmer e o bronze com o norte-americano Cory Juneau.

A gente vem lutando por isso a vida inteira, sempre rodeado de pessoas maravilhosas que lutaram mto pra fazer minha vida melhor. Essa história do park, nas olimpíadas, minha história, é só um exemplo para o povo brasileiro, que está na nossa mão. Podemos fazer do nosso país um lugar melhor através do amor e do respeito. A gente pode cair várias vezes no chão, mas a missão é ver um amanhã melhor – discursou um emocionado Pedro Barros em entrevista ao SporTV 2 após a final.

 

Outros dois brasileiros na disputa, Luiz Francisco foi o quarto colocado e Pedro Quintas, o oitavo.

 

Foi a terceira medalha do país no esporte, que viu sua estreia olímpica na capital japonesa. Antes, Kelvin Hoefler e Rayssa Leal já havia conseguidos medalhas de prata na modalidade street.

 

Volta 1

O norte-americano Cory Juneau, que passou no limite pela classificação em oitavo, foi o primeiro a se apresentar e conseguiu andar bem. Fechou a primeira descida com uma ótima nota de 82.15. Depois que o francês Vincent e o portorriquenho Steven Piniero não completaram suas voltas, o australiano Keegan Palmer mandou bem no percurso e conseguiu uma pontuação fantástica de 94.04.

 

Aí foi a vez de Pedro Barros se apresentar. Se tivesse público no Centro de Esportes Urbanos de Ariake, ele se levantaria para aplaudir a volta limpa do catarinense. Por ela, recebeu 86.14, ótima nota que o deixou naquele momento em segundo.

O segundo brasileiro a surgir na final, Pedro Quintas, caiu logo no início de sua vez e teve apenas 4.35. Luizinho Francisco, líder das classificatórias, foi bem na sua exibição e teve 80.14

Ao final da primeira série, Palmer liderava, com Pedro Barros em segundo e Juneau em terceiro.

Volta 2

O norte-americano Juneau foi quem abriu a segunda bateria e teve uma nota 84.13. O líder Palmer veio um pouco depois, errou uma manobra e interrompeu sua volta no início. Pedro Barros entrou na pista na sequência e fazia uma passagem sensacional até o skate escapar a 12 segundos do término (levou nota 73.50).

Seu xará Pedro Quintas foi o próximo, mas teve de se contentar com um 35.54 depois de sofrer a segunda queda na final. Kieran Woolley, outro australiano, recuperou-se de uma queda na primeira volta para anotar 82.04 e pular para o quarto lugar.

Luizinho Francisco fechou a última bateria com uma nota ligeiramente superior à da anterior: 80.62 e quinto lugar até então.

Volta 3

Juneau abriu a rodada final com uma queda e tinha, ali, a terceira posição. O francês Matheron encerrou sua aparição sem conseguir completar a volta e Steven Piniero somou 74.53. O campeão Keegan Palmer, em sua derradeira descida, conseguiu outra bela pontuação e melhorou ainda mais sua posição: 95.83.

Pedro, o Barros, tentou arriscar para tentar chegar perto do australiano, mas caiu com 15 segundos de apresentação. Naquele instante, tinha a prata no peito. Sem saber o resultado, mandou beijos para os amigos da delegação nacional que estavam na arquibancada e encorajou os outros brasileiros.

Quintas entrou na sequência, animado, mas mais uma vez falhou ao tentar completar a volta. Woolley errou em sua manobra final e terminou em quarto.

Aí chegou a vez de Luizinho Francisco, que foi para o tudo ou nada. Ele conseguiu sua melhor passagem na final, mas com 83.14 não conseguiu entrar no pódio.

Imagem: Myke Blake

Ler Anterior

Traficante aproveita queda de energia, escala muro e foge da PCE

Leia em seguida

Mileide Mihaile abusa da sensualidade em ensaio todo íntimo: “Haja coração!”