Notícias de Última Hora :

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Esposa encomendou morte de empresário por R$ 60 mil, revela delegado

A Polícia Civil de Mato Grosso afirmou que Ana Cláudia Flor, esposa do empresário Toni da Silva Flor, que foi morto em agosto de 2020, em frente a uma academia de Cuiabá, encomendou a morte do marido por R$ 60 mil.

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta-feira (19) após a prisão da mulher, o delegado Marcel Oliveira, responsável pelo caso, informou que Ana se reuniu com Igor Espinosa e Wellington por vídeochamada para combinar o crime.

“Do valor total, R$ 20 mil foram pagos diretamente da Ana para o Wellington, que repassou para o Igor. Os outros R$ 40 mil ainda não tinham sido pagos”, explicou Oliveira.

O delegado ainda detalhou como os envolvidos agiram no crime. “A arma utilizada no crime foi adquirida por Wellington, que repassou para Igor, que efetuou cinco disparos para matar a vítima. Após isso, a arma foi devolvida e Wellington jogou ela no lago do manso”, detalhou.

Ainda não está clara a motivação do crime. A Polícia Civil trabalha com duas hipóteses. A primeira é de que seria por motivos de herança, já que Toni da Silva possuía vários bens. Já a segunda seria por conta dos amantes que Ana Flor tinha.

O caso segue sendo investigado.

Imagem: Reprodução

Ler Anterior

Operação da polícia fecha bocas de fumo no bairro Tijucal

Leia em seguida

Bolsonaro recebe título de cidadão cuiabano e moção de aplausos