Notícias de Última Hora :

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Investigação identifica que esposa contratou morte de empresário por R$ 60 mil

Apontada como mandante da morte do marido, a esposa do empresário Toni da Silva Flor, teve o mandado de prisão temporária cumprido nesta quinta-feira junto a mais dois comparsas na Operação Capciosa, deflagrada pela Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

A operação deu cumprimento a oito ordens judiciais sendo três mandados de prisão temporária e cinco de busca e apreensão contra envolvidos na morte do empresário.

O homicídio de grande repercussão ocorreu no dia 11 de agosto de 2020, em frente a uma academia no bairro Santa Marta em Cuiabá. Segundo o delegado responsável pelas investigações, Marcel Oliveira, desde o início das investigações, já existia a suspeita de que a esposa do empresário seria a mandante do crime, porém era necessário reunir os elementos que corroborassem para as informações anônimas.

O caso passou a ser elucidado após a prisão do executor do homicídio que teve o mando de prisão cumprido, na última quarta-feira (11) pela equipe da DHPP Durante interrogatório, o suspeito confessou o crime e forneceu outras informações com riquezas de detalhes que colaboraram com as investigações.

O crime foi acertado por uma videochamada entre dois intermediários e a mandante, onde ficou acertado o valor de R$ 60 mil pela morte do empresário. Parte do valor, R$ 20 mil, foi pago após o crime a um dos intermediários, sendo entregue em um envelope, nas proximidades do bairro Alvorada e posteriormente passados ao executor, que viajou com o dinheiro para o Rio de Janeiro.

Um dos intermediários foi o responsável por arrumar a arma utilizada no crime e posteriormente se desfazer dela. A arma foi jogado no lago do Manso. O restante do valor combinado pela empreitada criminosa não foi pago.

As investigações apontam que a esposa do empresário teria dois motivos para encomendar o crime, o primeiro deles o fato de ter muitos amantes e o segundo a intenção de ficar com a herança, uma vez que a vítima possuía uma representação comercial muito forte, abastecendo vários supermercados da cidade, ser financeiramente estável e possuir casa, carro, moto, dinheiro na poupança, etc…

Segundo o delegado Marcel Oliveira, durante o cumprimento dos mandados e apreensão, foram apreendidos aparelhos celulares, agendas e outros objetos que subsidiarão a continuidade das investigações. A suspeita nega qualquer envolvimento no crime, mesmo os demais envolvidos tendo confessando a participação na morte do empresário e apontado ela como mandante.

Ela negou tudo que foi perguntado, negou que conhecia os três e as investigações seguem em andamento. As prisões são temporárias, mas com a conclusão dos trabalhos deverão ser convertidas em preventivas”, disse o delegado.

Ler Anterior

MT recebe mais de 94 mil doses de vacinas contra a Covid-19 nesta sexta

Leia em seguida

Cinco toneladas de carvão vegetal de origem ilícita são apreendidas em chácara no Cinturão Verde em Cuiabá