Notícias de Última Hora :

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Wellington e Fávaro organizam ação para criar Universidade Federal em Sinop

Os senadores Wellington Fagundes (PL) e Carlos Fávaro (PSD) se reunirão na próxima segunda-feira (30), em Sinop, para ação conjunta visando a criação da Universidade Federal do Norte de Mato Grosso. O evento, na Câmara Municipal, às 9 horas, terá participação do reitor da Universidade Federal de Mato Grosso, professor Evandro Soares da Silva, lideranças políticas estaduais, gestores municipais, vereadores, bem como representantes do setor agropecuário, da sociedade civil e do meio acadêmico.

Fagundes é autor do Projeto de Lei 5156/2020, que já foi aprovado e autoriza o Executivo a desmembrar o Campus Universitário de Sinop da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), criando a Universidade Federal da Região Norte de Mato Grosso. O projeto trata ainda da estrutura organizacional, administração superior, patrimônio, recursos financeiros e quadro docente. Fávaro apresentou o PL 4812/2020.

“É fundamental que haja essa mobilização. O que pretendemos, ao desmembrar o Campus de Sinop da UFMT para criar a Universidade Federal do Norte de Mato Grosso, é garantir maior autonomia de decisões a essa unidade de Ensino Superior, que possui características próprias em relação aos demais campi da UFMT” – explicou Fagundes, ao lembrar que trata-se de uma antiga reivindicação da comunidade acadêmica local e da população dos municípios atendidos pela unidade.

Designado relator setorial do Orçamento do Ministério da Educação para 2022, Wellington ressaltou que o projeto se constitui em uma estratégia para assegurar a continuidade do dinamismo da região Norte de Mato Grosso. Segundo ele, trata-se de importante medida para ajudar a alavancar o desenvolvimento do Estado, intensificando ações que venham contribuir com as características socioeconômicas da região norte.

Uma vez aprovada a autorização e sancionada pelo Governo, Mato Grosso passaria a ter três universidades federais. Além da UFMT, foi criada e implantada pelo Governo a Universidade Federal de Rondonópolis, no Sudeste do Estado, beneficiando diretamente mais 18 municípios. A criação da UFNMT polariza economicamente cerca de 23 municípios da região Norte do Estado. “Já temos a experiência com a criação de uma universidade federal, que foi a de Rondonópolis. Com a ajuda importante do senador Carlos Fávaro, certamente vamos avançar rapidamente nessa nova proposta” – frisou Fagundes.

Carlos Fávaro destacou que a criação da UFNMT pode contribuir significativamente, também, para que se incrementem os índices de matrícula no ensino superior, de tal forma que se atinja pelo menos 50% da população com idade entre 18 e 24 anos, nos termos da Meta 12 do Plano Nacional de Educação (PNE), instituído pela Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Segundo dados do Observatório do PNE, essa taxa é de 44,4% atualmente.

“Em Mato Grosso, contamos por muito tempo com apenas uma universidade. Evidentemente, a UFMT e seus campi avançados fizeram a diferença no Estado, mas precisamos encurtar esse caminho em favor da população do interior e valorizar a força da universidade pública” – frisou o parlamentar do PSD.

Novíssimas Universidades

Nesta quinta-feira, 26, Wellington Fagundes se reuniu com os reitores das chamadas ‘novíssimas universidades federais’ para tratar do Orçamento para o ano que vem. Segundo o senador, apesar das restrições fiscais, é fundamental debater propostas que possam agregar uma gestão eficiente dos recursos públicos. Em seguida, o grupo esteve na Secretaria de Educação Superior do MEC, pleiteando ao secretário Wagner Vilas Boas a completa composição dos cargos e funções administrativas, bem como as possibilidades de investimentos.

As ‘novíssimas universidades federais’ estão instaladas em Rondonópolis, em Mato Grosso, Catão e Jataí, em Goiás; Delta do Parnaíba, no Piauí; Agreste Pernambucano, em Pernambuco; e Norte do Tocantins, em Tocantins.

Ler Anterior

PSB recebe a filiação de médico de Mirassol do Oeste, que busca viabilizar pré-candidatura à ALMT

Leia em seguida

Presidente da CDL VG, David Pintor assume a presidência da FCDL de Mato Grosso