Notícias de Última Hora :

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Testemunha diz que Ana Cláudia e empresário tinham pacto de morte

Uma mulher, cuja identidade não foi revelada, contou em seu depoimento na Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) que Ana Claudia de Souza Oliveira Flor e o marido Toni Flor, morto no ano passado, teriam feito um acordo entre o casal que previa que, em caso de traição no casamento, o traído poderia matar o traidor.

Toni foi morto com cinco tiros no dia 11 de agosto de 2020, no momento em que saia de uma academia em Cuiabá. Ana Claudia foi presa no último dia 19, após ser acusada de mandar assassinar o marido.

Ao marido da testemunha o empresário teria revelado o desejo de se separar da mulher. Além disso, ele confessou que teria conhecido outra pessoa, com quem supostamente mantinha uma relação extraconjugal.

Ainda conforme o depoimento, a testemunha disse que Ana Claudia teria dito que ela e o marido tinham feito um pacto que previa que caso um deles descobrisse uma traição, o traído poderia matar o traidor.

A situação seria de conhecimento de várias pessoas e que a acusada teria dito isso várias vezes, antes e depois da morte de Toni.

A DHPP prendeu cinco pessoas envolvidas na morte do empresário. Durante as investigações, que devem ser concluídas nos próximos dias, foi constatado o envolvimento de Ana.

O crime teria sido encomendado pela quantia de R$ 60 mil, no entanto, apenas o atirador recebeu sua parte no combinado.

Imagem: Reprodução

Ler Anterior

Justiça bloqueia R$ 14,2 milhões de deputados e empresários por fraude no Detran

Leia em seguida

Polícia prende membro do CV que arrancou e desapareceu com cabeça de jovem