Notícias de Última Hora :

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Fiemt pede respeito à democracia

O presidente do Sistema Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), Gustavo de Oliveira, criticou a radicalização das manifestações que vêm sendo organizadas para o 7 de setembro, dia que se é celebrado a Independência do Brasil. O dirigente disse que criar conflitos entre os Poderes apenas potencializa os problemas enfrentados pelo país.

“Nesse momento, ao nosso ver, medidas que radicalizam imposições e afastem mais os Poderes do diálogo, eles contribuem para o agravamento quadro. A manifestação do dia 7 de setembro deve ser legítima, patriota e respeitosa, sem agredir instituições. A própria Federação das Indústrias, ela é uma instituição e não faria sentido agredir outras instituições”, disse.

Os atos de 7 de setembro estão sendo organizados pelos grupos de direita em apoio ao presidente Jair Bolsonaro, que há semanas inflama seus seguidores a irem às ruas para defender as pautas de seu governo, como por exemplo, o pedido de impeachment de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Gustavo, por sua vez, avalia que, enquanto o debate ocorre nas ruas, outras pautas como o aumento do preço de alimentos e do combustível continuam sendo a real preocupação de milhares de brasileiros.

“Quem está abastecendo o carro com preço disparado do petróleo não está rindo, quem precisa produzir e trabalhar não está rindo. Esse mal humor de hoje vai refletir nas urnas do ano que vem e me parece que os brasileiros não estão compreendendo a gravidade do problema”, disse.

Ler Anterior

Setembro Amarelo inicia com sessões de auriculoterapia e reiki para profissionais do Caps

Leia em seguida

Criptomoeda brasileira pode ser golpe, alerta auditoria