Notícias de Última Hora :

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Alexandre Moraes manda rastrear transferências feitas pela Aprosoja a partir de 10 de agosto

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou o rastreio das transferências bancárias realizadas pela Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja) e Aprosoja Brasil desde o mês de agosto.

Conforme o documento, deverá ser identificado todo tipo de transferência realizada para outras entidades ou terceiros, seja por meio de TED, PIX ou outras ordens de pagamento, desde 10 de agosto, com valor mínimo de R$ 10 mil.

A determinação consta na decisão que também bloqueou as contas da associação, assinada em 4 de setembro, e que vieram à tona nesta segunda-feira (6).

 

De acordo com a Procuradoria-Geral da República, há suspeitas de que as entidades tenham sido usadas para financiar condutas antidemocráticas. A decisão de Moraes cita, por exemplo, uso de fundos como o Fethab e o Iagro, que compõem recursos públicos e não têm muita transparência nos seus gastos, para financiamento dos protestos.

 

Desde 20 de agosto, as entidades entraram na mira da Polícia Federal com o presidente da Aprosoja Brasil, o produtor rural de Mato Grosso Antônio Galvan, sendo alvo de mandados de busca e apreensão. Na época, a Procuradoria-Geral já tinha anotado que ele era suspeito de financiar agentes para participarem da manifestação programada para 7 de setembro.

problema em relação às manifestações seria que agentes financiados para os atos teriam a intenção de até mesmo “ocupar” o STF em Brasília, de forma a tentar pressionar o Senado para a abertura de processos de impeachment de ministros do STF.

Na nova decisão, Moraes reforça a suspeita de financiamento e inclui a Aprosoja de Mato Grosso como alvo dos mandados de busca e apreensão, considerando que Galvan foi presidente da entidade na gestão que encerrou em dezembro de 2020.

Por meio de nota, a assessoria da Aprosoja informou que contribui com o inquérito e negou o financiamento de manifestações. Confira o posicionamento AQUI.

Imagem: Divulgação

Ler Anterior

Delegação de Sorriso volta do Brasileiro Caixa Sub-23 com dois ouros na bagagem

Leia em seguida

Esposa mata membro do Comando Vermelho a tiros em MT