Notícias de Última Hora :

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Quatro são “presos” em investigação de homicídio de mulher em MT

Dois adultos foram presos e dois menores de idade apreendidos no fim de semana, em Guiratinga (328 km ao sul de Cuiabá), em uma investigação que apura o homicídio de uma mulher, ocorrido no mês de julho deste ano.

Foram cumpridos mandados de prisões temporárias, de apreensões dos adolescentes e de buscas nas residências dos alvos da investigação, suspeitos de envolvimento no homicídio de Luziana Moraes da Silva. As ordens judiciais foram decretadas pelo juízo da Vara Única da Comarca de Guiratinga.

Durante as buscas, as equipes policiais apreenderam entorpecentes, como maconha e pasta base de cocaína, anotações de movimetação do tráfico e dinheiro.

O cumprimento dos mandados contou com apoio da Delegacia Regional de Rondonópolis e da Polícia Militar de Guiratinga.

O inquérito instaurado pela Delegacia de Guiratinga reuniu diversas informações para chegar ao esclarecimento do crime, cuja vítima foi encontrada com mãos e pés amarrados e teve o corpo enterrado em uma cova profunda em uma área de difícil acesso, na zona rural do município. O delegado Daniel Vendramel representou pelas prisões e apreensões dos suspeitos, imprescindíveis para que a Polícia Civil possa chegar à motivação e autoria do homicídio da vítima.

Desaparecimento e morte

A equipe de investigação da Delegacia de Guiratinga localizou no dia 20 de julho o corpo de Luziana Moraes da Silva, 30 anos. Ela estava desaparecida desde 11 de julho, quando falou com familiares pela última vez por volta do meio-dia.

Na segunda-feira seguinte, a mãe de Luziana registrou um boletim de ocorrência por desaparecimento depois de buscar notícias da filha e não localizá-la. A partir do registro do desaparecimento, a equipe de investigadores da Delegacia de Guiratinga iniciou diligências para localizar a vítima e as circunstâncias do desaparecimento.

Os policiais civis realizaram varreduras em algumas áreas, uma delas em um assentamento, próximo ao rio Taboca, mas não localizaram nenhum vestígio da vítima.

No dia 20 de julho, os investigadores fizeram mais uma varredura, do outro lado da estrada do assentamento, em um local de difícil acesso. Caminhando ao longo do matagal, os policiais encontraram recibos de depósito bancários em nome da vítima e seguindo adiante localizaram terra remexida, com aparência de um buraco escavado.

Foram acionados imediatamente a perícia técnica para exames no local e o IML. Os policiais e peritos cavaram o local, uma cova bastante profunda, e localizaram o corpo da vítima que estava com mãos e pés amarrados e a cabeça coberta com um pano. A vítima, aparentemente, não apresentava lesões causadas por disparos de arma de fogo.

PJCMT

Ler Anterior

Mulher suplica para não ser estuprada durante assalto em MT

Leia em seguida

Gusttavo Lima descobre que sofreu calote de R$ 1 milhão pela internet