Notícias de Última Hora :

Consultora financeira explica sobre a nova liberação de empréstimo para quem é beneficiário do BPC

Fonoaudióloga defende diagnóstico precoce para prevenção da perda auditiva

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

sábado, 13 de agosto de 2022

Deputada defende mais mulheres na política para equilibrar balança de leis mais inclusivas

Em Barra do Garças na manhã desta sexta-feira (24.06), durante o VIII Encontro da Associação Brasileira de Mulheres de Carreira Jurídica do Centro Oeste, a deputada falou sobre a importância de mais mulheres participarem do processo político e ingressarem na vida pública para diminuição da desigualdade social e pela defesa de mais políticas que contemplem as necessidades reais de todos.

“Por quê, 90 anos depois de conquistarmos o direito de votar, ainda somos a minoria nos parlamentos e à frente dos Poderes Executivos municipais, estaduais e federais? Essa é a maior reflexão que quero provocar em vocês hoje. Na minha visão, é necessária a participação das mulheres nos mais diversos segmentos e esferas de Poder, para que elas contribuam para o enfrentamento de todas as formas de violência, para a promoção da igualdade salarial entre homens e mulheres, para a garantia dos direitos sexuais e direitos reprodutivos, para o combate a todas as formas de racismo, homofobia e intolerância religiosa. Sem falar, claro da prevenção, denúncia e punição de crimes de tráfico de mulheres e escravidão sexual e para a promoção da imagem da mulher real pelos mais diferentes meios”, disse Janaina.

O evento teve como tema: “Lutas e reivindicações – O protagonismo das mulheres” e a deputada Janaina compôs o painel – 90 Anos do Voto Feminino no Brasil. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no Brasil, há quase 78 milhões de eleitoras, que representam 52,87% das pessoas aptas a votar. Em Mato Grosso, pouco mais de 1,1 milhão de mulheres representam 51,23% do eleitorado do estado.

“Mas isso tudo só muda por aqui se nos apoderamos de vez do nosso direito de escolha e nos conscientizarmos da importância de usá-lo para eleger mais mulheres e, ao menos, equilibrar a balança de Gênero na política. Ao longo dos anos foram instituídas medidas com o objetivo de mudar esse cenário, como a obrigatoriedade prevista na legislação eleitoral de preenchimento obrigatório mínimo de 30% e máximo de 70% de candidatos de cada sexo nas eleições proporcionais (Lei nº 9.504/1997). Mas será que a medida é mesmo eficaz, ou incentiva as candidaturas laranja? Eu sou a favor da reserva de um percentual mínimo de vagas nos parlamentos para as mulheres, pois somente assim começaremos a equilibrar de fato a balança”, explicou a deputada.

Janaina falou também da importância da representatividade feminina na defesa de pautas que vão ao encontro de políticas públicas que melhoram situações, como a saúde, educação e bem-estar infantil.

“Essa semana por exemplo eu fiz uma denúncia à comissão de Saúde da Assembleia e ao Ministério Público sobre a violência obstétrica nos hospitais de Mato Grosso com as dezenas de relatos que chegaram por meio de minhas redes sociais depois que publiquei o caso acontecido no hospital regional de Sorriso. São pautas que sensibilizam mais a nós, mulheres, porque qualquer uma está sujeita a passar por isso. É a mulher que mais sente quando a saúde pública não vai bem por que é geralmente ela que está na fila do posto de saúde com o filho à espera de atendimento. É assim também com a educação, com os preços dos alimentos e com ou a segurança. Dói em nós primeiro, por isso a importância da representatividade”, finalizou.

 

 

Fonte: Laura Petraglia/Assessoria de Comunicação

Ler Anterior

Profissionais da imprensa, participe do curso “A imprensa e as eleições na internet”

Leia em seguida

Fim de semana em Primavera será recheado de eventos culturais e esportivos