Breaking News :

Consultora financeira explica sobre a nova liberação de empréstimo para quem é beneficiário do BPC

Fonoaudióloga defende diagnóstico precoce para prevenção da perda auditiva

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

quarta-feira, 24 de julho de 2024

Palmeiras cobra R$ 160 milhões da WTorre por repasses do Allianz Parque

O Palmeiras cobra R$ 160 milhões da Real Arenas, empresa criada pela WTorre para controlar as atividades do Allianz Parque até 2044. O valor é referente a repasses devidos desde 2015 e ainda não pagos para o clube. Até então, a presidente Leila Pereira havia apresentado uma quantia menor no saldo devido pela empresa, que, na época, reconheceu o débito, mas contestou o valor. Desta vez, a Real Arenas indicou que “até o momento não recebeu nenhum comunicado oficial sobre o tema em questão”.

O valor é cobrado na Justiça de São Paulo. A polícia também investiga o caso como possíveis crimes de apropriação indébita e associação criminosa, a pedido do Palmeiras. A informação do novo valor foi noticiada pelo site ge.com e confirmada pelo Estadão.”O que posso dizer a vocês é que uma receita que seria muito relevante ao Palmeiras e não recebemos um centavo”, disse Leila Pereira, em entrevista coletiva no mês de janeiro.

O atrito entre Palmeiras e WTorre acontece além da Justiça. O clube deixou de jogar no Allianz Parque após reclamações sobre o gramado do estádio. O próprio técnico Abel Ferreira nunca escondeu a insatisfação com o campo, especialmente depois de shows realizados na Arena, como quando miçangas ficaram espalhadas pela grama depois dos shows da cantora Taylor Swift, em novembro do ano passado. O Allianz Parque foi inaugurado em novembro de 2014.

Conforme o Palmeiras, foram feitos os repasses pela Real Arenas nos dois últimos meses de 2014 e de janeiro a junho de 2015 (com exceção do mês de maio). Na época em que Leila Pereira apontou o valor de R$ 150 milhões, a construtora reconheceu o débito, mas contestou o valor que está sendo cobrado.

Agora, a Real Arenas/WTorre afirma não ter sido notificada oficialmente sobre a cobrança de R$ 160 milhões. Em junho de 2023, a Justiça de São Paulo já suspendeu uma execução solicitada pelo Palmeiras contra a WTorre, também cobrando uma quantia milionária.

CLUBE DESFEZ CONTRATO COM EMPRESA QUE INSTALOU GRAMADO

O Palmeiras desfez o vínculo com a Soccer Grass, que instalou, em 2020, o gramado sintético no Allianz Parque e também na Academia de Futebol. O distrato foi mais um sinal de insatisfação com a demora nas soluções apresentadas pela empresa.

A Real Arenas pediu a troca do composto termoplástico do gramado em 29 de janeiro, no “menor prazo possível”. Segundo a empresa, a solicitação foi feita depois de receber o laudo do fornecedor do gramado sintético. Esse documento foi elaborado a partir de uma solicitação da empresa ainda no final de 2023, como procedimento de acompanhamento da qualidade da grama sintética realizado ao final da temporada passada.

O elastômero termoplástico (TPE), mais conhecido como termoplástico, partículas cilíndricas de até cinco milímetros de comprimento. A base do piso é uma tela de polietileno e propileno. Os tufos de grama são entrelaçados três vezes no suporte, para dar segurança. São necessários cerca de 30 blocos de piso, cada um medindo cerca de quatro metros de largura por 78 metros de comprimento. Segundo a empresa, esse material não suportou o calor da cidade.

PALMEIRAS VAI PARA BARUERI E FPF INTERDITA ESTÁDIO

Em meio à tensão entre o clube e a empresa, o Palmeiras decidiu por mandar os jogos na Arena Barueri. O estádio é gerenciado pela Crefipar, empresa de Leila Pereira, presidente do clube alviverde, ligada à Crefisa e a FAM, que venceu liminar e vai administrar o local pelos próximos 35 anos. O local foi utilizado na reta final do Campeonato Brasileiro, quando o Allianz recebeu uma maratona de apresentações internacionais.

O Allianz Parque foi vetado pela Federação Paulista de Futebol (FPF) para a realização de partidas do Estadual. Em portaria, a entidade apontou que o gramado sintético não está apto a receber os jogos por causa da condição do termoplástico. A previsão é de que o Allianz Parque esteja com o gramado reformado até o dia 20 de fevereiro.

O Palmeiras tem o próximo jogo como mandante no domingo, dia 18. A equipe recebe o Corinthians, pela nona rodada do Campeonato Paulista.

NOVOS NEGÓCIOS DA WTORRE COM CLUBES PAULISTAS

Outros dois clubes grandes de São Paulo têm negócios recentes com a empresa. O Santos tem acordo para a WTorre construir um novo estádio na Vila Belmiro. O projeto estava em fase final de aprovação. Já o São Paulo assinou uma reforma e modernização do MorumBIS, prevista para ser finalizada em 2030.

Fonte: Gazeta Digital

Read Previous

Débora Nascimento aposta em look ousado para curtir carnval: ‘Espetáculo de mulher!’

Read Next

Motorista fica preso às ferragens após tombar carreta carregada de soja