Breaking News :

Consultora financeira explica sobre a nova liberação de empréstimo para quem é beneficiário do BPC

Fonoaudióloga defende diagnóstico precoce para prevenção da perda auditiva

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

quarta-feira, 29 de maio de 2024

ONOFRE RIBEIRO – Eleições municipais

Possivelmente em nenhuma outra época tenham se realizado eleições municipais tão tensas no Brasil como neste ano de 2024. O ambiente geral é de profunda transformação. Mas também ocorre num ambiente de polarização e de desconfiança popular na política.

Nesse mesmo ambiente das eleições, temos o exemplo do Rio Grande do Sul. Lá os governos municipais, estadual e federal se mostram nus diante da população em desespero. Claro que é um fenômeno embora isolado, mostra que o mundo não é mais o mesmo de ontem.

O futuro das crises ambientais, econômicas, sanitárias, sociais e políticas estão claramente na linha do horizonte. Em 5.565 municípios haverá eleições dos prefeitos e dos vereadores. Sem exceção, são candidatos caídos do caminhão de mudança.

Todos baseados em velhos discursos herdados do começo da República. A maioria dos candidatos tem uma visão teórica e pessoal. Olham mais pro marketing que lhes dará vitória do que olham pra realidade que os cerca.

O Brasil concluiu a sua urbanização nos anos 1970. De lá pra cá as cidades nasceram desordenadas e cresceram à própria sorte. Aqui e ali houve planejamento adequado. Na maioria se vive péssima qualidade de vida. Os discursos que já se vê no horizonte destas eleições são genéricos sobre temas complexíssimos, tratados como remédio vendido na feira.

Candidatos não se tocam ao prometerem resolver os problemas da saúde, da educação, do meio ambiente, da segurança, da iluminação pública e construção de pontes, viadutos e rodovias. E por aí vão… O país está absolutamente polarizado e descrente das soluções que venham da política.

O exemplo do Rio Grande do Sul é muito didático. Os voluntários e os grandes empresários assumiram de frente a calamidade, enquanto governos se perdem em memorandos, e portarias. O saldo dessa catástrofe já mostra a distância entre as realidades emergentes e a lentidão pública pra tratar de questões tão grandes e tão graves.

Não tem planos. Não tem orçamento organizado. Não tem apoio popular pra lidar com a catástrofe. É o fim de um ciclo morrendo por si mesmo. Na última eleição presidencial, faltaram 36 milhões de eleitores que não foram votar nem no primeiro, nem no segundo turno. De lá pra cá o ambiente político e social não melhorou. Ao contrário. Piorou.

Onofre Ribeiro é jornalista em Mato Grosso. onofreribeiro@onofreribeiro.com.br  jornalista.onofreribeiro/instagram

Read Previous

Thiago lidera pesquisa com 38,6% das intenções de voto à Prefeitura de Rondonópolis

Read Next

Estado investe mais de R$ 1,2 bilhão em Várzea Grande e promove melhorias em todos os setores