Breaking News :

Consultora financeira explica sobre a nova liberação de empréstimo para quem é beneficiário do BPC

Fonoaudióloga defende diagnóstico precoce para prevenção da perda auditiva

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

quinta-feira, 25 de abril de 2024

Edna diz que atos antidemocráticos não podem ser naturalizados

A vereadora Edna Sampaio (PT) criticou, nesta terça-feira (27), o ato realizado no último domingo (25) em São Paulo, pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, que convocou seus apoiadores para manifestação na avenida Paulista.

A parlamentar disse que ficou preocupada com o ato, e que no Brasil as manifestações de extrema-direita estão sendo naturalizadas, mas elas ferem o estado laico e o estado democrático de direito.

A vereadora disse que é inadmissível naturalizar um ato chamado por Bolsonaro para se defender de acusações de conspiração contra a democracia cometidos dentro do Palácio do Planalto e classificou a manifestação como “uma mistura proposital e enganosa de um discurso bélico que se utiliza das instituições religiosas para manipular as consciências e os sentimentos do povo”.

Edna afirmou que deseja que Bolsonaro tenha um julgamento justo, assim como a qualquer pessoa acusada de crime em uma democracia, e destacou a importância de defender o regime democrático.

“A democracia neste país está em risco e uma das formas de defendê-la contra o extremismo é as instituições não permitirem a naturalização de um evento que é afrontoso à democracia, ao estado laico e à toda a população que elegeu, pela terceira vez, o governo Lula”, disse.

Para ela, Bolsonaro está propondo a defesa de suas práticas inconstitucionais que devem ser punidas, sob pena de o Estado ser conivente, pois sem democracia, predomina a política do mais forte contra o mais fraco e a legitimação da desigualdade social que se vive em Mato Grosso.

A vereadora destacou aos colegas que de nada adianta reclamar do poder executivo, seja ele qual for, e apoiar, em nível federal, práticas criminosas de combate à democracia.

“A política não pode ser a disputa da criminalização dos agentes públicos. A disputa tem que estar no campo da política. Bolsonaro chamou para o campo político a discussão jurídica sobre sua condenação por estar, como presidente da República, tramando contra a democracia”, disse ela. “Ele fez o caminho inverso. Enquanto seus pares aqui fazem a judicialização da política, ele está querendo fazer a politização da justiça. Não vamos aceitar isso”, afirmou.

Read Previous

Sem acordo, STF marca nova audiência para discutir o lei do Transporte Zero

Read Next

Thiago Silva cobra diálogo, transparência e estudo de impacto por parte da Rumo