Breaking News :

Consultora financeira explica sobre a nova liberação de empréstimo para quem é beneficiário do BPC

Fonoaudióloga defende diagnóstico precoce para prevenção da perda auditiva

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

quarta-feira, 24 de julho de 2024

Várzea Grande intensifica prevenção da hanseníase com avaliação dermatoneurológica e testes rápidos em todas as UBS

Todas as Unidades Básicas de Saúde do município realizam também teste rápido e estão abastecidas de medicamentos

Todas as Unidades de Atenção Primária à Saúde do município de Várzea Grande estão realizando avaliação dermatoneurológica (exame físico), teste no enfrentamento a hanseníase e estão abastecidas de medicações. A Estratégia de Busca Ativa de Casos de Hanseníase, em Várzea Grande, proporcionou ao município detectar novos casos, proporcionar tratamento rápido, e impedir a proliferação da doença.

De acordo com os dados da Vigilância em Saúde, Várzea Grande possui 773 adultos em tratamento (homens e mulheres) e 30 crianças.

O uso do teste rápido em contatos domiciliares de pessoas acometidas pela doença, a busca ativa, e a avaliação dermatoneurológica estão proporcionando ao SUS Municipal o monitoramento da doença em Várzea Grande, somados aos trabalhos das Equipes de Estratégia Saúde da Família, que vão de casa em casa, onde passam a conhecer membros das famílias, quando detectado um casos, e passam a tratar e monitorar a família inteira.

Para o secretário municipal de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo Aparecido de Barros, estas medidas e ações ajudam no diagnóstico e tratamento da hanseníase, especialmente quando é ofertado as prescrições de esquema terapêutico coreto acordado com os protocolos clínicos e diretrizes terapêuticas da hanseníase, propostos pelo Ministério da Saúde.

“Várzea Grande é um município considerado prioritário para o enfrentamento da hanseníase. Nossas equipes foram capacitadas e treinadas pelo Ministério da Saúde, justamente para o diagnóstico e tratamento da nossa população. Todas as Unidades Básicas de Saúde possuem o teste rápido para hanseníase. E Neste mês, considerado ‘Janeiro Roxo’, mês em que a Saúde Pública em todo o país trabalha intensamente, no enfrentamento a hanseníase, as nossas equipes, médicos, enfermeiros , e os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) orientam a população que frequenta as Unidades na identificação de sinais e sintomas da doença o que contribui para detectar precocemente e evitar o surgimento de incapacidades físicas, pela doença, evitando também a transmissão”, disse ele.

“O Brasil é o primeiro país no mundo a ofertar testes de apoio diagnóstico da hanseníase para a atenção à saúde. O teste rápido é feito na Atenção Primária à Saúde, nas unidades básicas. Toda a população tem acesso ao teste. Precisamos saber onde estão e quantas são as pessoas com a doença”, ressaltou o superintendente de Atenção Primária à Saúde, Geovane Renfro. Alertando ainda, que é importante que as pessoas procurem as unidades, e que também façam avaliação dermatológica de manchas de pele (exame físico). “Quando o diagnóstico for positivo, o tratamento é imediatamente realizado com a dispensação da medicação, e o mais importante ofertado pelo Sistema Único de Saúde, de forma gratuita”, explicou Geovane Renfro

Para a Técnica em Saúde da Atenção Primária em Várzea Grande, Adriana Mattos, a promoção da efetiva descentralização do cuidado em hanseníase para a Atenção Primária à Saúde (APS), foi fundamental, para o município que adotou esta nova forma de enfrentamento à doença, onde todas as Unidades de Estratégia Saúde da Família, estão preparadas com recursos humanos , medicamentos e tratamento da doença e acima de tudo para o diagnóstico.

“Considerando que a Atenção Primária à Saúde é, em geral, o primeiro ponto de contato do paciente com os serviços de saúde e que o atendimento abrangente, acessível e baseado na comunidade pode atender de 80% a 90% das necessidades de saúde de uma pessoa ao longo de sua vida. Por ser altamente eficaz e eficiente em relação às principais causas de problemas de saúde e riscos ao bem-estar, bem como lidar com os desafios emergentes que ameaçam a saúde e o bem-estar no futuro, que as nossas unidades são com certeza a melhor estratégia, o que é fundamental para o cuidado em hanseníase. São nestas unidades que o cidadão tem o cuidado completo, para detecção e tratamento da doença”, disse ela.

O que devemos saber sobre a hanseníase – É uma doença causada por um micróbio (“Bacilo de Hansen”), que se instala na pele e nervos. Causa geralmente manchas ou áreas de pele “dormentes” Doença causada por um micróbio (“Bacilo de Hansen”), que se instala na pele e nervos. Causa geralmente manchas ou áreas de pele “dormentes”.

A Hanseníase é uma doença que atinge a pele, em qualquer área do corpo, e os nervos, principalmente os da face, mãos e antebraços, pernas e pés. O período de incubação é longo e dura em média 2 a 5 anos, podendo ser até maior (muitos anos).

Pode atingir homens e mulheres, de qualquer idade, mas é menos comum em crianças, porém muito tempo em contato com um doente, sem tratamento, crianças também contraem a doença. Por isso é importante buscar ajuda o quanto antes.

A Hanseníase tem cura e o tratamento é gratuito. Os remédios são fornecidos gratuitamente. O tratamento é feito nas Unidades Básicas de Saúde de cada município.

Read Previous

A pedido do prefeito Emanuel Pinheiro, equipe da Secretaria de Saúde alinha parceria com o desembargador Orlando Perri, reforçando o cuidado aos usuários do SUS

Read Next

Índices de criminalidade têm queda em MT; investimentos passam de R$ 1,5 bilhão nos últimos 5 anos