Breaking News :

Consultora financeira explica sobre a nova liberação de empréstimo para quem é beneficiário do BPC

Fonoaudióloga defende diagnóstico precoce para prevenção da perda auditiva

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

segunda-feira, 27 de maio de 2024

Janeiro Roxo contará com o dia ‘D’ no sábado (27) para ampliar as informações no combate à hanseníase

Informação ainda é o melhor ‘remédio’ para combater novos casos de Hanseníase. Nesse propósito, a Secretaria Municipal de Saúde, através da área técnica da Atenção Primária, realizará no próximo sábado (27) o dia ‘D’ com ações educativas de conscientização sobre a hanseníase em diversas Unidades Básicas de Saúde (UBS). A iniciativa integra a programação voltada para o Janeiro Roxo, que chama a atenção para a doença que ainda sofre com o preconceito. As ações ocorridas ao longo do mês de janeiro são alusivas ao Dia Mundial de Combate e Prevenção à Hanseníase, a ser comemorado no último domingo deste mês. Será uma oportunidade para os pacientes que já terminaram o tratamento nos últimos cinco anos passarem por uma avaliação.

O Dia ‘D’ acontecerá nas UBS do Jardim União e Florianópolis, do CPA III, Nico Baracat, Dr. Fábio, Jardim Fortaleza e Santa Laura, da Lixeira e Baú, do Parque Cuiabá e do Pedra 90 I, II e III.

Cada localidade preparou a sua programação sobre o assunto, mas todas com o mesmo foco, de proporcionar acolhimento e informações sobre como lidar com a situação em caso de convívio com pessoas portadoras da Hanseníase ou ao ser diagnosticada com a doença. ‘A Hanseníase tem cura e tem tratamento gratuito pelo SUS. É imprescindível que o tratamento seja seguido à risca, cumprindo à risca’, explicou a Responsável Técnica da área de Hanseníase, Yasmim Mendes Teixeira.

Em algumas Unidades Básicas de Saúde que estarão atendendo no Dia ‘D’, como a do Jardim União e Florianópolis, haverá palestra orientativa, avaliação dermatoneurológica conforme agendamento realizado, consultas com profissionais da área de enfermagem, entre outros encaminhamentos.

Na UBS Nico Baracat, a iniciativa proporcionará avaliação dos pacientes que terminaram o tratamento nos últimos 5 anos. Também estará disponível teste rápido para Doenças Sexualmente Transmissíveis (IST), avaliação de pacientes com manchas e perda de sensibilidade, e outras mais.

Na UBS do CPA IV, a programação contará com solicitação de exames e encaminhamentos, além das demais ações comuns às demais UBS pertinentes ao tema do Janeiro Roxo.

Na programação da UBS Jardim Fortaleza e Santa Laura, também haverá bazar e pesagem do Bolsa Família entre as iniciativas.

A UBS da Lixeira/Baú vai ofertar neste Dia ‘D’, além da programação voltada para a prevenção da Hanseníase, roda de conversa sobre saúde mental, exame de CCO, Auriculoterapia, entre outras ações comuns às demais Unidades de Saúde.

Na UBS do Parque Cuiabá, avaliação de contatos e busca ativa de casos de Hanseníase, vacinação, pesagem do Bolsa Família e palestras.

E na do Pedra 90 I, II e III, até massoterapia será disponibilizado para o público, vacinação e outras.

Vale ressaltar que durante o mês foram realizadas ações em UBS de outras regiões. No dia 06, por exemplo, aconteceu nas UBS Jardim Vitória I, II e III, dia 18 na UBS Despraiado I e II, dia 20 foi nas UBS Nova Esperança, Jardim Leblon, Jardim Imperial II, São Gonçalo, Comunidade do Gamaliel, Ribeirão da Ponte e Ilza Picolli, e na última sexta-feira (26) aconteceu na Pastoral do Imigrante.

“As Unidades Básicas de Saúde (UBS) intensificaram as orientações com esclarecimento de maneira mais intensa neste mês, mas o serviço é ofertado durante o ano todo, gratuitamente, em todas as unidades. As demandas diagnosticadas recebem acompanhamento e tratamento”, explicou o coordenador de Atenção Básica, Márcio Frederico.

Vale ressaltar que o trabalho de busca ativa por novos casos inclui familiares, comunidade, vizinhos que tiveram contato com pessoa portadora de Hanseníase para que sejam avaliadas por um médico clínico.

A DOENÇA

A hanseníase é uma doença infecciosa transmitida através das vias aéreas, principalmente quando há contato prolongado com paciente sem tratamento. Após o contágio, a pessoa pode demorar de 2 a 10 anos para demonstrar os primeiros sintomas, que são principalmente manchas esbranquiçadas ou avermelhadas na pele, dormentes e sem sensibilidade térmica, dolorosas e táteis, que não coçam e não incomodam. Além da pele, principal afetada, a doença pode atingir também os olhos, os nervos periféricos.

Quando afeta os nervos, a hanseníase pode diminuir a sensibilidade ou causar formigamento das extremidades das mãos, pés ou nos olhos. Perda de força muscular, até mesmo nas pálpebras, também pode acontecer, reabsorção óssea e outros.

“Infelizmente ainda há um grande estigma da hanseníase na sociedade, causando isolamento dos pacientes por parte de outras pessoas, devido às deformidades aparentes, consequência tardia do acometimento da pele e dos nervos”, lembrou a responsável técnica.

A doença tem cura e o tratamento é gratuito e disponibilizado em todo o território nacional pelo Sistema Único de Saúde. Após iniciar o tratamento, a hanseníase já não é mais transmitida. Ao notar algum sintoma suspeito da doença, é preciso procurar uma unidade de saúde.

DIA D – HORÁRIOS DE ATENDIMENTO

UBS do Jardim União e Florianópolis – das 8h às 16h

UBS CPA III – das 8h às 16h

UBS Nico Baracat – das 7h às 15h

UBS Dr. Fábio – a partir das 7h30 até as 16h

UBS Jardim Fortaleza e Santa Laura – das 8h às 15h

UBS Lixeira e Baú – das 7h às 15h

UBS Parque Cuiabá – DAS 8h às 16h

UBS Pedra 90 I, II e III – das 8h às 16h

Fonte: Prefeitura de Cuiabá – MT

Read Previous

Prefeito e equipe apresentam elementos técnicos complementares para a implantação do VLT Cuiabano à Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana

Read Next

Primeiro vencimento do Alvará 2024 tem desconto de 20%