Breaking News :

Consultora financeira explica sobre a nova liberação de empréstimo para quem é beneficiário do BPC

Fonoaudióloga defende diagnóstico precoce para prevenção da perda auditiva

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

terça-feira, 23 de abril de 2024

Servidores de 18 campi do IFMT entram em greve a partir de 8 de abril

O Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe) – Seção Sindical Mato Grosso realizou Assembleia Geral na tarde desta segunda-feira (1º), simultaneamente em 18 campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT).

A Assembleia contou com a participação de servidores e servidoras docentes e técnicos-administrativos que aprovaram a Deflagração de Greve no IFMT por tempo indeterminado a partir do dia 8 de abril nos campus: Alta Floresta, Barra Do Garças, Confresa, Cuiabá Bela Vista, Pontes e Lacerda, Primavera Do Leste, Rondonópolis, Sorriso, Campus Várzea Grande, Campus Avançado Diamantino, Campus Avançado Guarantã do Norte, Campus Avançado Sinop,  Campus Avançado Tangará Da Serra e a Reitoria.

No Campus Avançado de Lucas do Rio Verde a greve foi aprovada com início no dia 15 de abril e no campus de Campo Novo do Parecis a greve terá início no dia 22 de abril. O campus Cuiabá Octayde Jorge da Silva aprovou a greve e realizará nova Assembleia no Auditório do Campus no dia 03 de abril às 9h para redefinir a data de início, com base em prazos legais. Somente o campus de Juína não aprovou a deflagração de greve.

Diante das demandas apresentadas pelos servidores e pelas servidoras, o Sinasefe Seção Sindical Mato Grosso destaca a necessidade urgente de reestruturação das carreiras dos Técnicos-Administrativos (PCCTAE) e Docentes (EBTT), recomposição salarial das perdas inflacionárias, e a revogação de medidas que prejudicam os profissionais da educação, além da recomposição orçamentária dos Institutos Federais. Entre as principais reivindicações dos/as servidores/as estão:

  • Reestruturação da Carreira PCCTAE e da Carreira EBTT;
  • Recomposição Salarial (34,32% para TAEs e 22,71% para Docentes);
  • Recomposição do Orçamento das Instituições Federais de Ensino;
  • Revogação de medidas prejudiciais à categoria.

O sindicato destacou uma série de fundamentos essenciais que justificam a decisão de deflagrar a greve. Primeiramente, destaca-se que o governo federal ignorou todas as propostas de recomposição salarial entregues pelas entidades do setor da Educação Federal. Além disso, as perdas salariais acumuladas entre 2010 e 2023 são consideradas alarmantes pelos servidores. Apesar da proposta de negociação para recomposição das perdas salariais, o governo ofereceu reajuste zero em 2024, o que foi considerado inaceitável pela categoria. Outra questão crucial é o fato de o governo não ter atendido às reivindicações de equiparação dos auxílios com outros poderes, deixando os servidores em desvantagem.

Adicionalmente, o PCCTAE não teve uma atenuação significativa das suas perdas com o aumento emergencial de 2023, impactando diretamente o poder de compra dos trabalhadores e das trabalhadoras. A não revogação de medidas antidemocráticas também foi apontada como um motivo de insatisfação. Por fim, o subfinanciamento contínuo dos Institutos Federais foi ressaltado como um fator que afeta diretamente a qualidade da educação oferecida, contribuindo para a decisão de deflagrar a greve por tempo indeterminado.

“A valorização da categoria e das carreiras é essencial para a valorização da Educação, o que demanda a reestruturação das carreiras PCCTAE e EBTT para corrigir defasagens e distorções históricas, além da recomposição das perdas inflacionárias que corroeram o poder de compra nos últimos anos”, afirma o coordenador geral do Sinasefe Seção, Roni Rodrigues.

O SINASEFE – Seção Sindical Mato Grosso reitera seu compromisso com a luta pela valorização dos profissionais da Educação e convoca todos os servidores e servidoras a se unirem nessa causa e participarem das mobilizações.

Read Previous

TCE-MT atua para pagamento de dívidas e garantir atendimentos na Saúde de Cuiabá

Read Next

Denise Rocha posa de coelhinha e fio-dental e causa alvoroço na web: ‘Coelhinha linda’