Breaking News :

Consultora financeira explica sobre a nova liberação de empréstimo para quem é beneficiário do BPC

Fonoaudióloga defende diagnóstico precoce para prevenção da perda auditiva

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

sábado, 2 de março de 2024

Vídeo – Há 50 anos, Cuiabá era cenário de filme nacional recheado de drama e mistério

O recente anúncio das gravações do filme “5 tipos de medo”, do diretor Bruno Bini, em Cuiabá, causou alvoroço na cidade,  tendo em vista que não é comum a escolha da Capital como cenário para produções nacionais. Mas, há quase 50 anos, alguns pontos turísticos da cidade, como a igreja de Nossa Senhora do Rosário de São Benedito e a Orla do Porto, foram pano de fundo do filme “Caçada Sangrenta”, do diretor Ozualdo Candeias.

Caçada Sangrenta é uma obra cinematográfica de 1974. A trama conta a história de um escultor acusado de ter provocado a morte da tia, mulher milionária que o sustentava. Ele é preso acusado pelo crime, mas acaba solto por falta de provas. Quando ele é acusado de outro assassinato, desta vez da dona de um antiquário, o escultor foge de São Paulo para Mato Grosso, onde é perseguido pela polícia e pelo amante da falecida.

Um trecho do filme mostra pontos de Cuiabá, como a igreja de Nossa Senhora do Bom Despacho e parte da avenida Tenente Coronel Duarte (Prainha) com a igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito, ambas no centro de Cuiabá. Outra sequência mostra a região da Orla do Porto.  No longa de 1h32min, ainda aparece imagens do centro histórico. Filme está disponível na plataforma de vídeos YouTube.

Entre o elenco estava Marlene França (Mecenas) e David Cardoso (Nequinho) como protagonistas. Teresa Cristina, Walter Portela também integram o longa.

A atual produção do diretor cuiabano, Bruno Bini, conta com a participação de Bella Campos, atriz nacional de grande renome da atualidade, e com o rapper Xamã. Eloá Pimenta, João Vitor Silva, Bárbara Colen, Rui Ricardo Diaz e outros rappers locais também compõe o elenco do filme que teve as gravações iniciadas em 11 de setembro e término programado para última quinzena de outubro.

“Meu sonho era fazer cinema nacional e aí de repente surgiu esse convite maravilhoso. É uma sensação indescritível realizar meu sonho na minha cidade, na minha terra, contando a história daqui, além da oportunidade de me reconectar com minha família e história, representando também uma mulher de força e determinação da minha região”, pontuou Bini.

Nas redes sociais, Bella Campos, que é natural de Cuiabá, compartilhou com os quase 10 milhões de seguidores a emoção de gravarum filme na cidade onde nasceu.

 

 

Sobre Ozualdo Candeias, autor de Caçada Sangrenta

Candeias faleceu em fevereiro de 2007. Ele é considerado um dos pioneiros do cinema marginal nacional, movimento cinematográfico que ocorre do final dos anos 1960 a meados dos 1970 no Brasil, caracterizado por filmes autorais e experimentais, que chamam a atenção para problemas e incoerências do Brasil durante os anos mais violentos da ditadura militar.

O cineasta passou a infância e a juventude entre São Paulo e Mato Grosso. Caçada Sangrenta é um dos 10 filmes produzidos por ele ao longo da carreira.

Fonte: Gazeta Digital

Read Previous

Fisiculturista profissional que participou do Mr. Olympia é encontrado morto em casa

Read Next

Congresso reduziu espaço para cashback na reforma tributária; diz Appy