Breaking News :

Consultora financeira explica sobre a nova liberação de empréstimo para quem é beneficiário do BPC

Fonoaudióloga defende diagnóstico precoce para prevenção da perda auditiva

Atleta olímpico participa de jogo de fuga em Cuiabá

Dia do fonoaudiólogo: entenda a importância desse profissional no ambiente hospitalar

Profissionalismo e dedicação marcam 20 anos de profissão da fonoaudióloga Samia Ribeiro

Chapa 2 Integração protocola pedido para que profissionais da contabilidade tenham férias fiscais em MT

Adrenalina, desafios e diversão te esperam no Halloween da Escape60, em Cuiabá

Encontro automobilístico “Esperienza” supermáquinas entra para o calendário de eventos em Mato Grosso

Experiência única de recreação e entretenimento: Conheça o Escape60′

Fotógrafo vem a MT para ensaios que levantam autoestima de mulheres

Aparelho auditivo com “modo máscara” é alternativa que possibilita a comunicação com a proteção facial

Professora da UFMT recebe moção de aplausos em homenagem ao Dia do Contador

Escape 60′ oferece desconto para confraternização corporativa de fim de ano

Jogo de fuga cercado de desafios, mistérios e adrenalina: conheça o Escape60′

Feira gratuita ajuda jovens a cursarem faculdades fora do país

Municípios precisam de representatividade na Assembleia Legislativa

Dia do Estudante tem programação especial em escola de Cuiabá

Justiça reconhece que concessionária não é responsável solidária em processo de indenização por defeito de carro

SINDSPEN cobra vacinação urgente para policiais penais e servidores do sistema penitenciário

Prefeito Léo Bortolin toma posse na diretoria do consórcio nacional de compras de vacinas contra a covid

Policiais Penais protestam contra a Pec-32 em todo o Estado

Prefeito de Primavera do Leste e Secretário de Cultura de MT se solidarizam com classe artística e articulam prorrogação da Lei Aldir Blanc

Membros da Academia Mato-grossense de Letras prestigiam lançamento de livro de estudante cuiabano

Pacu entra no cardápio de restaurante internacional

Grupo São Benedito retoma lançamento imobiliário com condomínio recorde de vendas

Pesquisa aponta vitória de Edemil Saldanha(DEM) em Santo Antônio do Leste-MT

Com ampliação de horário e final de ano chegando academias começam a ter mais procura em Cuiabá

Com volta às aulas permitidas, escola de Cuiabá promove visita guiada com alunos do infantil

Após pandemia, professor aposta em pousada sustentável em Cáceres

Aumento de 35% para 40% do desconto em folha e taxas menores beneficiam aposentados e pensionistas do INSS

MDB lança Léo Bortolin à reeleição em Primavera do Leste

Fonoaudióloga alerta sobre perda da audição em crianças

Cresce em Cuiabá a procura por eletroestimulação para pacientes recuperados da Covid-19

Advogado, com orgulho! (Giroldo Filho)

Para facilitar a comunicação, empresa cuiabana doará máscaras transparentes para famílias de pessoas com perda auditiva

Por erro de cálculo, empresários pagam mais impostos do que deveriam, alerta professora da UFMT

Projeto do Deputado Estadual Thiago Silva cria a medalha Pastor Sebastião Rodrigues de Souza

Estudante de Cuiabá participa de live para arrecadar fundos para combater covid 19

Estado atende deputado Thiago e entrega 2 ambulâncias para Rondonópolis

Perda auditiva não tratada gera mais gastos com a saúde, diz pesquisa

quarta-feira, 29 de maio de 2024

TCE garante acordo para pagamento de dívidas e evita paralisação dos ônibus em Cuiabá

O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) assegurou acordo para o pagamento de R$ 48,4 milhões devidos pela Prefeitura de Cuiabá às empresas de transporte coletivo, evitando eventuais interrupções na prestação do serviço à população. Em Mesa Técnica realizada nesta quarta-feira (21), o Município concordou com o pagamento do valor principal da dívida, dividido em nove parcelas.

Proposta em 2023 pelo atual presidente do TCE-MT, conselheiro Sérgio Ricardo, a Mesa teve origem em representação de natureza externa proposta pela Caribus Transportes e Serviços LTDA. A empresa alega que a falta de repasses gerou endividamento com instituições financeiras, o que poderia resultar na busca e apreensão de ônibus. “Hoje chegamos à contabilização do valor e a um plano de pagamento. Precisamos reconhecer o esforço da Prefeitura e do empresariado de entender que era preciso parcelar. O Tribunal coordena esses estudos, mas as partes precisam estar em consenso para encontrar o caminho”, explicou o presidente da Comissão Permanente de Normas, Jurisprudência e Consensualismo (CPNJur), conselheiro Valter Albano.

O trabalho foi acompanhado pelo relator das contas anuais da Prefeitura de Cuiabá, conselheiro José Carlos Novelli, que destacou a urgência na resolução de um problema que poderia afetar a sociedade. “Uma busca e apreensão dos ônibus prejudicaria milhares de pessoas que utilizam o transporte coletivo todos os dias. Então, mais uma vez o Tribunal mostrou que o consensualismo é o melhor caminho.”

O procurador-geral de Contas, Alisson Carvalho de Alencar, pontuou ser fundamental que as partes envolvidas trabalhem juntas para resolver questões como essa, que impactam diretamente a vida da população. “Estamos satisfeitos em ter alcançado esse acordo crucial para garantir a continuidade e a qualidade dos serviços de transporte coletivo em Cuiabá. Com esse compromisso de pagamento, evitamos não apenas possíveis interrupções no serviço, mas também prejuízos para as empresas e para os cidadãos. O Tribunal de Contas de Mato Grosso está comprometido em zelar pela correta aplicação dos recursos públicos e em promover soluções que beneficiem a comunidade.”

O plano acordado durante a reunião estabelece o pagamento da primeira parcela para março e o da última para dezembro. Foi o que explicou o secretário de Fazenda de Cuiabá, Antônio Roberto Possas de Carvalho. “É um problema que precisa ser enfrentado e a mesa técnica fez um trabalho maravilhoso para encontrarmos uma solução que foi boa tanto para o poder público, quanto para os empresários.”

No mesmo sentido se pronunciou o presidente da Associação Mato-grossense dos Transportes Urbanos, Ricardo Caixeta. “A Mesa Técnica traz a conciliação para solucionar o problema, porque, em razão do montante da dívida, estava difícil chegar a uma conclusão. Também tem que ser viabilizado o pagamento dos custos com o transporte público, que tem ficado cada vez mais caros e a tarifa não acompanha.”

Para o representante da Caribus, João Victor Rodrigues, o respaldo do TCE será fundamental para o processo de renegociação dos débitos em aberto com os bancos. “Certamente, os credores terão uma nova visão sobre o comprometimento da Prefeitura de arcar com os valores. Isso faz com que as empresas possam vislumbrar um futuro um pouco mais igualitário de maneira a prosseguir com uma boa prestação de serviço.”

Read Previous

Presidente do PRD se mostra confiante para eleições municipais: ‘vamos surpreender este ano ’

Read Next

Medeiros afirma que ato na Paulista mostra força de Bolsonaro e da direita